Buscar

Síndrome de Burnout X Empresas



A Síndrome de Burnout passou a ser considerada uma doença ocupacional e é resultante do stress crônico no trabalho. É caracterizada por um conjunto de sintomas que envolve, além do esgotamento físico e mental, sentimentos negativos como sensação de baixa eficácia no trabalho e outras alterações comportamentais como a perda de interesse no trabalho.


O diagnóstico da Síndrome de Burnout pode representar um alto custo para a empresa:


➡Deverá emitir a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) ao INSS;


➡Deve continuar a fazer os depósitos de FGTS na conta do trabalhador;


➡Manter o plano de saúde ou assistência médica durante a suspensão do contrato de trabalho em virtude de auxílio-doença acidentário ou de aposentadoria por incapacidade permanente acidentária.


➡Estará sujeito a ações de indenização por danos morais e materiais, em função de eventual redução da capacidade laboral e prejuízos financeiros provocado pela doença.


Desta forma, é fundamental que os gestores da empresa procurem exercer a liderança de forma saudável e mantenham um ambiente de trabalho acolhedor com programas preventivos e ações para evitar a Síndrome de Burnout. Além de preservar a saúde mental do trabalhador, contribuirá para o bom desempenho de toda a empresa.

8 visualizações0 comentário