Buscar

Impactos das mudanças previstas na segunda fase da Reforma Tributária



São muitas as novidades da segunda proposta de Reforma Tributária, ela altera algumas regras do Imposto de Renda de empresas e pessoas físicas, como a redução na alíquota das empresas e a tributação de dividendos para investidores. Todas as medidas precisam ser aprovadas no Congresso até o final do ano para vigorarem a partir de 2022.


A proposta traz um aspecto positivo, que é elevar a faixa de isenção de R$1,9 mil para R$ 2,5 mil, atingindo uma parcela bem maior da população, o que é um ganho significativo. Uma consequência sobre a tributação dos dividendos é a possibilidade de uma movimentação das empresas aqui instaladas, que podem reorganizar suas operações empresariais para não sofrer o impacto dessa tributação. O dividendo é sempre uma distribuição de riqueza nova.


Os países desenvolvidos, que querem prosperar, estimulam que as empresas sejam lucrativas, que possam distribuir os resultados para os seus investidores e sócios. Quando você começa a tributar os dividendos, depois de tantos anos sem tributá-los, você tem um desestímulo ao resultado das empresas.


Fonte: jornalcontabil.com.br/


#pippiedalo #advogadospoa #impostoderenda #reformatributaria


0 visualização0 comentário